COESÃO SOCIAL

Educação e Qualificação
Coesão Social
Formação

O Plano de Desenvolvimento Social (PDS) Supramunicipal do Cávado é um instrumento de aprofundamento operacional da Estratégia Integrada de Desenvolvimento Territorial (EIDT) e Pacto de Desenvolvimento e Coesão Territorial (PDCT) Cávado 2020, no domínio inclusivo, desenvolvido em co-colaboração da Comunidade Intermunicipal (CIM) do Cávado com o Instituto de Segurança Social, I.P. (ISS, I.P) – Centro Distrital de Braga e as Redes Sociais (RS) municipais.

O processo de planeamento estratégico subjacente à elaboração deste documento foi realizado em alinhamento com o acompanhamento e orientação metodológica à construção dos PDS’s das RS da NUT III Cávado. Tem como foco a construção de um percurso metodológico negociado e partilhado à escala municipal e supramunicipal, e a harmonização de um conjunto de procedimentos e instrumentos de trabalho.

O PDS Supramunicipal, enquanto documento aberto e dinâmico, assume-se como uma aposta estratégica na promoção do crescimento inclusivo e na criação de condições para uma melhor cooperação/coordenação entre os vários níveis de planeamento, conceção das intervenções e participação de agentes intersectoriais. A conclusão deste documento pela CIM Cávado em 2016 contém propostas de projetos suscetíveis de serem candidatados às linhas de financiamento do Portugal 2020, no domínio da inclusão social.

O alinhamento e cruzamento deste documento com outros instrumentos de planeamento territorial, nomeadamente a EIDT e PDCT Cávado 2020, revela-se fundamental para a concertação das intervenções à municipal e supramunicipal e para a resposta ajustada aos problemas comuns e prioritários do território.

O Pacto para a empregabilidade do Cávado é um instrumento de aprofundamento operacional da Estratégia Integrada de Desenvolvimento Territorial (EIDT) e Pacto de Desenvolvimento e Coesão Territorial (PDCT) Cávado 2020, no domínio do emprego e educação/formação, desenvolvido com agentes territoriais representativos dos diferentes setores que interagem com a promoção dos níveis de qualificações e com a integração no mercado de trabalho.

O Pacto Territorial da Empregabilidade no Cávado tem como objetivo, dotar o Cávado de um instrumento de intervenção que promova a empregabilidade de jovens e adultos com base na convergência dos atores regionais dos sistemas de educação, formação e emprego. A sua montagem técnico institucional em 2016 resultou num conjunto de projetos que visam contribuir para a empregabilidade dos jovens e dos adultos com base na convergência dos atores regionais dos sistemas de educação, formação e emprego, incluindo as organizações empregadoras.

O Pacto para a Empregabilidade atribuiu centralidade às estratégias de ação que de modo mais direto respondem: à promoção de competências profissionalizantes suscetíveis de reforçar a empregabilidade dos ativos, empregados e desempregados, da região; ao aperfeiçoamento dos mecanismos/recursos que intervêm sobre os processos de transição para a o mercado de trabalho, facilitando-os; à capacitação do sistema de atores envolvidos na implementação do Pacto.

A Comunidade Intermunicipal do Cávado, a Direção-geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas (DGLAB) e as Bibliotecas Municipais da NUT III Cávado constituíram em 2018 a Rede Intermunicipal das Bibliotecas de Leitura Pública do Cávado.