Mobilidade no Cávado

Rede de Transporte Público de Passageiros com aplicação de preçário a partir de 1 de Julho

A partir do dia 1 de julho serão repostas as cobranças de bilhetes (a bordo e na compra de passes) na Rede Essencial de Transporte de Passageiros do Cávado. Esta Rede, da responsabilidade dos Municípios da NUT III Cávado, foi articulada pela Autoridade Intermunicipal de Transportes do Cávado com os Operadores de transporte público locais. Trata-se de um esforço considerável de todas as partes envolvidas no sentido de assegurar níveis mínimos de mobilidade às populações, [...]

30/06/2020|Mobilidade no Cávado, Notícias|

NOVA REDE DE TRANSPORTE PÚBLICO DE PASSAGEIROS ESSENCIAL PARA SERVIÇO DAS POPULAÇÕES A CURTO PRAZO NO CÁVADO

A CIM do Cávado em articulação com a Autoridade Intermunicipal de Transportes do Cávado (AITC) e com os Municípios de Amares, Esposende, Barcelos, Braga, Terras de Bouro e Vila Verde, lançam uma Rede de Transporte Público de Passageiros Essencial, para serviço das populações a curto prazo. A Rede é composta por um total de 10 carreiras, com 36 circulações diárias, contabilizando um total de 1242 km diários. Os horários foram adaptados de modo a permitirem [...]

05/05/2020|Mobilidade no Cávado, Notícias|

PAMUS – Plano de Ação e Mobilidade Urbana Sustentável do Cávado

As cidades de 1º nível referenciadas no PROT, que no caso do Cávado são Barcelos e Braga, têm acesso ao Eixo 5 do NORTE 2020, e para isso precisam de elaborar o PEDU – Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano, que integra 3 planos: dois da responsabilidade dos respetivos municípios (social e de regeneração urbana) e um terceiro plano da responsabilidade da CIM - o PAMUS. O PAMUS tem obrigatoriamente a dimensão da NUT III e [...]

10/08/2017|Mobilidade no Cávado|

Implementação de Modelo de Gestão da politica de manutenção da Rede Viária M-Piloto

Correspondendo a um repto lançado pelos municípios, a CIM Cávado providência, pela definição de uma proposta de política de manutenção da rede rodoviária municipal e pela criação de um modelo de aconselhamento de prioridades de intervenção, apoio à decisão municipal nos investimentos a fazer. De acordo com aquilo que se apura no nosso SIG, a rede rodoviária municipal do Cávado é muito extensa, tem cerca de 3.500 km nos 6 concelhos. Por conseguinte, as decisões [...]

10/08/2017|Mobilidade no Cávado|

Implementação de Projeto Piloto de Transportes de Baixa Densidade

O projeto em questão consiste, fundamentalmente, na identificação zonas da NUT III Cávado que não estejam servidas pelos transportes públicos de passageiros e que possam beneficiar de um sistema de transporte de baixa densidade. Este projeto terá um caso piloto antes de ser mais abrangente. O sistema funcionará expectavelmente com base num modelo de “transporte a pedido”, em que as diferentes solicitações dos utentes são acomodadas. Este tipo de rede implicará certamente a contratualização do [...]

10/08/2017|Mobilidade no Cávado|

Capacitação da Unidade de Mobilidade de Passageiros da CIM Cávado

À luz do novo enquadramento legal, publicado na Lei n.º 52/2015 de 9 de Junho, a CIM Cávado é competente pela determinação do nível de serviço de transporte público de passageiros ao nível intermunicipal no Cávado, bem como da sua contratualização com os operadores. Trata-se de uma competência transferida da Administração Central, de grande responsabilidade e com grande reflexo no desempenho do serviço público de transporte de passageiros no Cávado, em todas as linhas que [...]

10/08/2017|Mobilidade no Cávado|

Autoridade Intermunicipal de Transportes do Cávado (AITC)

A Autoridade Intermunicipal de Transportes do Cávado (AITC) foi formalmente constituída com a celebração dos contratos interadministrativos de delegação de competências por parte dos municípios de Amares, Esposende, Terras de Bouro e Vila Verde. A AITC tem assim, como competência, as carreiras de transporte público de passageiros existentes dentro dos municípios acima mencionados, das carreiras intermunicipais dentro da NUT III Cávado e ainda das carreiras regionais que cruzam a NUT III e se desenvolvem maioritariamente [...]

10/08/2017|Mobilidade no Cávado|

Integração Bilhética

A integração bilhética é um tema de uma enorme complexidade e aparentemente sem alternativas viáveis no atual quadro de autoridades de transportes. Não obstante, existe uma possibilidade de compatibilização bilhética entre os diversos operadores. Esta compatibilização permitirá uma maior flexibilidade por parte dos operadores para que os utilizadores possam utilizar diversos meios de transporte com um título compatível. Neste âmbito existe também uma verba alocada no PAMUS do Cávado.[spacer height="40px"] Bilhética Integrada 1 Bilhética [...]

10/08/2017|Mobilidade no Cávado|
Go to Top