O Consórcio Minho Inovação, liderado pelas Comunidades Intermunicipais do Alto Minho, do Cávado e do Ave, promove no próximo dia 7 de março, a partir das 21h30, em Caminha, no Teatro Valadares,a 2ª Conferência do Ciclo “Estórias do Minho – Narrativas no Feminino de uma Geografia Identitária”, no âmbito do projeto âncora “Touring Cultural – Identidade Cultural do Minho”, cofinanciado pelo Norte 2020.

Esta segunda conferência, subordinada ao tema “Mulheres do mar: histórias da História no feminino”, pretende constituir um momento de análise e reconhecimento do papel que as mulheres foram desempenhando ao longo do tempo numa comunidade fortemente marcada pelo mar e pelo rio, não só enquanto elemento de suporte ao trabalho e universos masculinos, mas também, e principalmente, enquanto força autónoma que trabalha, gera, cria e governa.

A conferência irá contar com a participação de um reputado painel de investigadoras, constituído por Sara Pinto, doutorada em História e investigadora do CITCEM da Faculdade de Letras da Universidade do Porto, que tem desenvolvido trabalho na área da História das Comunidades Marítimas; Inês Amorim, docente e diretora do Departamento de História da Faculdade de Letras da Universidade do Porto, investigadora responsável pela linha de investigação “Transformações Ambientais” do CITCEM e especialista em História e Património Marítimo; e Aurora Rego, autora do livro “Viagens à Terra Nova, Memórias de um Tempo”. A mesa redonda será moderada por Maria Amélia Ribeiro de Carvalho, docente na Universidade do Minho. Esta iniciativa será complementada também com uma performance de poesia e ainda uma degustação de produtos do mar“Do Mar- Sabores com História”.

Neste Ciclo de Conferências que percorrerá os 24 municípios do Minho, pretende-se valorizar um olhar inovador sobre a herança cultural do Minho rememorada no feminino, enquanto sociedade de forte tradição matriarcal, propiciando uma narrativa congregadora de saberes e valores identitários que importam estudar, conhecer, cuidar, preservar, valorizar e divulgar.

Para estas conferências serão convidadas personalidades académicas com trabalho de investigação de grande relevo na área em análise – Identidade Cultural do Minho. A organização pretende, além de fornecer aos participantes os conteúdos sobre os temas propostos, promover uma experiência identitária do território, através da dinamização de um momento cultural ligado ao tema de cada uma das conferências.

A participação nestas sessões é gratuita, sendo de assinalar, no caso de professores, a possibilidade de poderem vir a ser acreditadas como ações de curta duração (3h).

Programa e inscrições em: www.minhoin.com

Braga, 02 de Março de 2020