A Comunidade Intermunicipal do Cávado, CIM Cávado e o Instituto Português do mar e Atmosfera, IPMA estabeleceram, a 28 de outubro de 2019, um protocolo de cooperação com o objetivo de partilha de informação do Sistema de Aquisição e Monitorização das Vulnerabilidades da NUT III Cávado, que contribuirá para melhorar o acesso a informação meteorológica em tempo real do território da NUT III Cávado.

Sendo as alterações climáticas uma realidade que afeta globalmente as comunidades de forma mais ou menos acentuada, torna-se essencial reforçar o conhecimento e a prevenção (ou medidas de mitigação) de  catástrofes naturais como cheias, secas ou incêndios florestais.

Neste sentido, a CIM Cávado e o IPMA vão passar a partilhar os dados de seis estações meteorológicas automáticas (EMAs) localizadas no território da NUT III Cávado, nos concelhos de Amares, Barcelos, Braga, Esposende, Terras de Bouro e Vila Verde. Passa assim a ser possível aceder, com uma frequência horária a dados reais, como sendo a pressão atmosférica, a temperatura e humidade relativa do ar, a precipitação, a temperatura do ar a 5cm e temperatura do solo ou a radiação solar global.

O projeto integra-se no “Sistema de Aquisição e Monitorização das Vulnerabilidades da NUT III Cávado às Alterações Climáticas, medida de adaptação às alterações climáticas implementada prevista na Estratégia Intermunicipal de Adaptação às Alterações Climáticas do NUT III Cávado e enquadrado “Estratégia Nacional de Adaptação à Alterações Climática”, financiada pelo Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos – PO SEUR (Fundo de Coesão)., inscrita no PACTO da CIM Cávado.

http://www.ipma.pt/pt/media/noticias/news.detail.jsp?f=/pt/media/noticias/textos/Protocolo_CIM_Cavado.html

Protocolo de Cooperação CIM Cávado – IPMA