Esta Operação envolve cinco NUTs III da região Norte e pretende promover um dos três Caminhos de Santiago que atravessam o território do Cávado, o designado Caminho de Torres. Pretende-se sinalizar, qualificar e desenvolver ações de promoção deste caminho.

Depois de implementado o plano de ação, as entidades parceiras pretendem ter cerca de 230 km do traçado do Caminho de Torres intervencionado. Isto é, pretende-se sinalizar, qualificar e desenvolver ações de promoção do Caminho de Torres, dotando-o de equipamento de apoio ao peregrino e zonas de descanso. Para além de adequar o caminho ao peregrino, pretende-se com esta operação aumentar o número de visitantes a esta região, através de um levantamento exaustivo dos recursos culturais ou naturais associados ao Caminho de Torres, aumentando para tal a notoriedade e visibilidade deste Caminho.