Home / News / II Edição do projecto...
 

II Edição do projecto AQUA CÁVADO termina com resultados extraordinários

A II Edição do projecto Aqua Cávado terminou ontem, 3 de outubro, no Centro de Educação Ambiental de Esposende - por ocasião do Dia Nacional da Água - com um encontro entre os parceiros do projecto, que surge como estímulo à preservação e devida utilização do Rio possam ter a nível de desenvolvimento económico e social para a região. 
«A CIM Cávado tem desenvolvido diversos projectos que visam a promoção da Valorização e Desenvolvimento Estratégico dos Rios Cávado e Homem, alguns dos quais têm carácter infraestrutural, como seja a Rede de Praias do Cávado e Homem, ou a Ecovia do Cávado e Homem, e outros com carácter mais imaterial e orientados para a informação e a sensibilização da população», contextualizou o Eng.º Luís Macedo, Secretário Executivo da CIM Cávado, durante a sua intervenção de apresentação de resultados. 

Recorde-se que o projecto Aqua Cávado é um projecto orientado para a sensibilização da população e instituições locais, para a preservação dos rios, e para a importância da água no contexto dos recursos hídricos da nossa região. Com a designação “O Rio que nos Une”, este ano os parceiros realçaram a temática “Aqua Cávado – O Rio e o Homem”, sob a qual realizaram várias iniciativas e actividades relacionadas com esta perspectiva. Este ano, ente o dia 22 de Março – Dia Mundial da Água, foram realizadas 9 palestras, 1 seminário, 3 workshops, 9 actividades com as escolas, 3 eventos desportivos e 1 Concurso de Fotografia.

Estiveram presentes nesta sessão os parceiros directos deste projecto, nomeadamente os Municípios do Cávado, representados pelo Presidente da Câmara Municipal de Terras de Bouro, Dr. Joaquim Cracel, e os Vice-Presidentes do Município de Amares, Dr. Isidro Araújo e do Município de Esposende, Dr. Maranhão Peixoto. Das entidades parceiras, estiveram presentes a Directora  do Mosteiro de Tibães, Dr.ª Maria de Lurdes Rufino, as empresas municipais Esposende Ambiente, representada pela Eng.ª Alexandra Roeger e a Agere, representado pelo administrador Dr. Rui Morais.  
Durante a tarde de ontem, foi realizada uma reflexão sobre as actividades e resultados obtidos nesta edição, e também perspectivar novas ideias e desafios para a III edição, a desenvolver em 2017. 

Neste âmbito, contabilizou-se a participação activa de mais de 1400 pessoas, entre técnicos, responsáveis municipais, escolas e crianças. Das 26 acções realizadas, foram alcançadas 737 pessoas, às quais se somam mais 650 crianças e 47 técnicos municipais. No total, estiveram envolvidas 15 escolas. «Foram conseguidos resultados extraordinários. Tratando-se de um projecto que quase não tem orçamento, e que depende do voluntarismo das várias instituições envolvidas, este é um projecto que merece ser extrapolado para outras vertentes relacionadas com o tema, pretendendo-se agora dar um toque de criatividade, trazendo também a vertente criativa ao tema da água», declarou Luís Macedo, durante a apresentação de resultados. Falando em representação da CIM Cávado e da Agência de Energia do Cávado, o Secretario Executivo destas entidades realça o carácter de «voluntariado» que domina este projecto e que, ainda assim, consegue chegar a «gente de todas as idades», através de um rio que une os seis concelhos. 

Após a apresentação realizada, seguiu-se uma mesa redonda com Ana Cristina Costa, em representação da Câmara Municipal de Braga, Luís Coquenão, pintor; Maria de Lurdes Rufino, do Mosteiro de Tibães, e Alexandra Roeger, da Empresa Municipal Esposende Ambiente. Desta conversa surgiram ideias para a próxima edição, através de novas abordagens sobre a temática e novas iniciativas. 

No final, foram divulgados os premiados do Concurso de Fotografia, tendo sido premiado o concorrente de Barcelos, Luís Carvalhido. 

Newsletter
Vale do Cávado - All rights reserved.