O projeto de educação financeira “No Poupar Está o Ganho”, encontra-se em implementação nas escolas públicas dos Municípios da Comunidade Intermunicipal do Cávado, desde Janeiro, e conta no ano letivo 2017/18 com a participação de cerca de 770 alunos, de um universo de 36 turmas e professores do 1.º ciclo.

Ao longo do 2.º Período, foram já 21 turmas das escolas públicas dos Municípios da Comunidade Intermunicipal do Cávado que realizaram a visita ao Museu do Papel Moeda, enquanto primeiro contacto, extra-escola, com o projeto. Tiveram a oportunidade de aprender e conhecer o dinheiro, a União Europeia e o Euro, noções de objetivos financeiros, prioridades e poupança.

As restantes 15 turmas têm já agendada a realização da Visita orientada ao Museu do Papel Moeda ao longo do mês de Abril e Maio.

Durante este período letivo foram ainda disponibilizados recursos pedagógicos diversos, entre os quais os Cadernos e Manuais de educação financeira, as credenciais de acesso à plataforma e-learning e o envio mensal de desafios que professores e alunos desenvolvem de forma lúdico-pedagógica em contexto de sala de aula. É através destes recursos que são disponibilizados os conteúdos programáticos de educação financeira, para além de casos práticos e fichas de aplicação, e é feita a monitorização da transferência do conhecimento e da aquisição de aprendizagens financeiras realizadas por professores e alunos.

Decorreu em Março o evento das Olimpíadas de Educação Financeira na Fundação Dr. António Cupertino de Miranda com a participação de alunos do ensino básico dos municípios da Comunidade Intermunicipal do Cávado

A Fundação Dr. António Cupertino de Miranda promoveu, ao longo do mês de Março, a segunda edição das Olimpíadas de Educação Financeira (OEF), e a grande final no dia 22, na sua sede no Porto.

Esta iniciativa – que se insere no projeto “No Poupar Está o Ganho” – pretende incentivar o interesse dos alunos do primeiro e segundo ciclos do ensino básico pelos temas da educação financeira para que, de forma lúdica, se consciencializem da importância do dinheiro e adquiram competências com vista à aquisição de um comportamento responsável do ponto de vista financeiro.

As Olimpíadas materializam-se num quizz cujas questões devem ser respondidas corretamente e no menor tempo possível. As perguntas aludem aos vários temas de Educação Financeira que, de acordo com o Referencial de Educação Financeira publicado pelo Ministério da Educação, devem ser lecionados no primeiro e segundo ciclos do ensino básico. A primeira etapa da competição foi realizada online através da plataforma eletrónica que integra o projeto. Já a segunda e última etapa consistiu numa competição realizada presencialmente entre as turmas apuradas na primeira fase, sendo que as turmas participantes são aquelas que se encontram inscritas no projeto “No Poupar Está o Ganho” do corrente ano letivo.

Das 36 turmas das escolas públicas dos Municípios da Comunidade Intermunicipal do Cávado participaram nas olimpíadas online 22 turmas, sendo que as escolhidas foram aquelas que venceram a etapa online. Foram apuradas 5 turmas finalistas do 1º ciclo e 1 turma do 2º ciclo que participaram na final realizada na Fundação, onde as equipas finalistas disputaram entre si o primeiro, segundo e terceiro lugares de classificação.