O Pacto para a empregabilidade do Cávado é um instrumento de aprofundamento operacional da Estratégia Integrada de Desenvolvimento Territorial (EIDT) e Pacto de Desenvolvimento e Coesão Territorial (PDCT) Cávado 2020, no domínio do emprego e educação/formação, desenvolvido com agentes territoriais representativos dos diferentes setores que interagem com a promoção dos níveis de qualificações e com a integração no mercado de trabalho.

O Pacto Territorial da Empregabilidade no Cávado tem como objetivo, dotar o Cávado de um instrumento de intervenção que promova a empregabilidade de jovens e adultos com base na convergência dos atores regionais dos sistemas de educação, formação e emprego. A sua montagem técnico institucional em 2016 resultou num conjunto de projetos que visam contribuir para a empregabilidade dos jovens e dos adultos com base na convergência dos atores regionais dos sistemas de educação, formação e emprego, incluindo as organizações empregadoras.

O Pacto para a Empregabilidade atribuiu centralidade às estratégias de ação que de modo mais direto respondem: à promoção de competências profissionalizantes suscetíveis de reforçar a empregabilidade dos ativos, empregados e desempregados, da região; ao aperfeiçoamento dos mecanismos/recursos que intervêm sobre os processos de transição para a o mercado de trabalho, facilitando-os à capacitação do sistema de atores envolvidos na implementação do Pacto.